Quadris e UTVs terão trilha exclusiva no Pro Tork Bananalama 2017

Pela primeira vez em 11 edições, o Bananalama terá uma trilha exclusiva para quadriciclos e UTVs. O percurso será de aproximadamente 60 quilômetros e o caminho mais largo para facilitar a passagem dos veículos de quatro rodas
Pela primeira vez em 11 edições, o Bananalama terá uma trilha exclusiva para quadriciclos e UTVs. Segundo o presidente do Clube de Trilheiros Bananalama, Fábio Espíndola, o objetivo é atender a uma solicitação antiga dos participantes. “Sempre contamos com a presença de quadris entre as motos, mas eles têm necessidades específicas. Para a alegria de todos, resolvemos atender aos pedidos”, explica.

O evento será realizado entre os dias 6 e 9 de julho, na cidade de Corupá (SC). O percurso será de aproximadamente 60 quilômetros e o caminho mais largo para facilitar a passagem dos veículos de quatro rodas. Os participantes terão uma vista privilegiada, passando por cachoeiras, rios, pedreiras e, é claro, pelos famosos bananais da região.

Para se inscrever é fácil, tudo é feito on-line, basta acessar o link: https://goo.gl/OmZ3s1. O valor é de R$ 160 e pode ser parcelado em 2x no mês de maio. Quem garantir sua vaga de forma antecipada participa do sorteio de 10 motos e 1 quadriciclo Can-Am 570cc. Aqueles que optarem por fazer sua inscrição no dia, concorrem a apenas 5 das 10 motos.

A expectativa é que o Pro Tork Bananalama 2017 supere o último encontro, realizado em 2013, quando mais de 50 mil pessoas e 3 mil motocicletas, não só do Brasil, mas também de países da América Latina, passaram pelo Seminário Sagrado Coração de Jesus.

Sobre o Bananalama: O Bananalama é considerado o maior encontro de trilheiros do mundo, fato oficializado pelo Guinness World Records em 2013, com 3.312 participantes. O evento surgiu em 2004, na cidade de Corupá (SC), organizado pelo Clube de Trilheiros Bananalama, um ano após a sua fundação. Desde o início, o objetivo foi reunir os amantes da modalidade numa grande festa, proporcionando momentos únicos de descontração em meio a natureza. Em dez edições, o Bananalama registrou mais de 18 mil participantes, número maior que a população da pequena cidade, que é de cerca de 15 mil pessoas.